Ventiladores, máscaras e médicos. A China em Itália para combater o coronavírus

0

Pequim ofereceu ajuda a Roma e a Madrid para ajudar a combater o Covid-19. Itália é o segundo país mais afetado no mundo pela pandemia, contando já com mais de mil mortos.

Um avião vindo de Xangai aterrou, na passada semana, no aeroporto de Fiumicino, em Roma, com toneladas de material clínico e vários médicos para ajudar Itália a combater o novo coronavírus.

Foram descarregados ventiladores, material respiratório, eletrocardiógrafos, dezenas de milhares de máscaras e outros dispositivos médicos.