«Templos» e liturgias no ambiente digital

0

A Conferência Episcopal Portuguesa divulgou, a 13 de março, um comunicado onde determina a “suspensão da celebração comunitária das Missas”, referindo que as medidas decidas podem “ser complementadas com as possíveis ofertas celebrativas na televisão, rádio e internet”.

Para além da programação religiosa regular na comunicação social, a rede da internet oferece diferentes formas de “participação” em celebrações, assim como subsídios para momentos da oração ao longo do dia e conteúdos formativos.

Dioceses e santuários de todo o País têm usado as suas páginas de Facebook e canais de Youtube para a transmissão de Eucaristias, subsídios de oração e de formação ao longo do dia.