«Querida Amazónia»: Vaticano fala em «documento de reconciliação»

0

O secretário especial do Sínodo para a Amazónia, cardeal Michael Czerny, disse no Vaticano que a nova exortação apostólica do Papa é um documento de “reconciliação” na Igreja.

O responsável falava, em conferência de imprensa, sobre o documento ‘Querida Amazónia’, na qual Francisco evita as polémicas sobre a possibilidade de ordenação sacerdotal de homens casados, que marcaram os trabalhos de outubro de 2019.

Segundo o responsável, há questões que “continuam em aberto”, dado que o pontífice assume que não quer substituir ou repetir as conclusões do documento final do Sínodo especial para a Amazónia.