ONU destaca situação “horripilante” na Síria

0

Ao mesmo tempo que o presidente sírio Bashar al-Assad canta vitória, as Nações Unidas dizem que a situação atingiu um “nível horripilante” no noroeste do país.

Segundo a ONU, a ofensiva do regime fez 900.000 deslocados desde o dia 1 de dezembro.

O secretário-geral-adjunto para Assuntos Humanitários da ONU diz que a maioria são mulheres e crianças e que escolas, hospitais e áreas residenciais não escapam à violência.

Nas últimas semanas, forças governamentais apoiadas pela aviação russa conquistaram mais de 1500 quilómetros quadrados de território no noroeste da Síria que estavam nas mãos de grupos jihadistas e fações rebeldes, consolidando o controlo sobre Alepo com a conquista de 30 aldeias e pequenas localidades num único dia.