Investigadoras africanas recebem a Bolsa Guadalupe

0

Na sequência da abertura do primeiro concurso para Bolsas de Estudo Guadalupe, seis cientistas africanas iniciarão os seus trabalhos de investigação em centros internacionais de referência. Este projeto foi lançado por Harambee em maio de 2019, por ocasião da beatificação da cientista espanhola Guadalupe Ortiz de Landázuri.

Durante dez anos, Harambee concederá bolsas de estudo a cientistas consagradas e a jovens investigadoras em início de carreira da África subsariana, dando-lhes a possibilidade de colaborarem eficazmente no desenvolvimento dos seus países.

O resto deste conteúdo é reservado a Assinantes. Por favor faça . Ainda não é Assinante? Torne-se Assinante!