Azeredo soube da chamada fabricada e não denunciou porque “não tinha o dever funcional” de o fazer

0

O ex-ministro da Defesa, José Alberto Azeredo Lopes, assumiu em tribunal ter tido conhecimento de que as armas dos paióis de Tancos foram encontradas na sequência de uma chamada fabricada.

Ao que a SIC apurou, Azeredo Lopes admitiu ao juiz Carlos Alexandre que não informou as autoridades porque “não tinha o dever funcional” de o fazer.