A Burra de Martim Tirado

0

No meu tempo de menino e moço, em terras de Bragança, ainda havia simpáticas e acolhedoras velhinhas, genuínos relicários, de velhas tradições e de verdadeira portugalidade.

Pela fresca de uma manhã de Agosto, ainda ensonado por mal dormida noite, abalava, jovial, da estação de S. Bento, em pitoresco comboio, que mais parecia regressado do passado, das terras áreas e ainda selvagens, do velho Texas.

O resto deste conteúdo é reservado a Assinantes. Por favor faça . Ainda não é Assinante? Torne-se Assinante!