“Sobrevivência em risco.” Amnistia Internacional denuncia fome no Sul de Angola

0

A Amnistia Internacional alerta para a situação de fome vivida no Sul de Angola. De acordo com a organização não-governamental (ONG), há uma crise alimentar que está a colocar em risco a sobrevivência das populações nas províncias de Cunene, Huíla e Namibe.

Segundo a Amnistia Internacional, nos últimos dois anos, “milhares de pequenos criadores de gado no município dos Gambos, no sul de Angola têm sido afastados de terras que ocupavam para dar lugar a grandes explorações pecuárias”. Estas serão usurpações de terras ilegais, feitas sem que os agricultores sejam consultados ou recebam qualquer indemnização.