Razões para participação dos cristãos na Vida Política (III)

0

Por onde começar?

Comecemos por considerar a nossa vocação e as circunstâncias pessoais da vida de cada um; em segundo lugar, a afinidade maior ou menor com cada uma destas causas; em terceiro, conhecer o ambiente em que nos movemos, perceber o que é que já se faz e o que falta fazer; por fim não ficar sentada no sofá, como dizia aos jovens o nosso querido Papa Francisco.

O resto deste conteúdo é reservado a Assinantes. Por favor faça . Ainda não é Assinante? Torne-se Assinante!