Dia dos avós, dias disto e daquilo…

0

Quando eu era pequenina (sim, é verdade, também usava fitas e laços…) não havia tantos dias festivos ou festivaleiros, era-se mais pródigo e comedido nas celebrações, havia uma certa contenção nos gastos, pelo que consumismo era uma palavra que não fazia parte do nosso léxico. Também não havia umas siglas modernas, confusas, perturbadoras e desencadeadoras de intranquilidade. Não as vou citar para não ferir susceptibilidades.

As coisas eram como eram, nem melhores, nem piores, mas sim como as circunstâncias sociais, económicas, culturais e políticas o permitiam e o bom senso familiar estipulava.

O resto deste conteúdo é reservado a Assinantes. Por favor faça . Ainda não é Assinante? Torne-se Assinante!