Novas imagens mostram “perigosa superlotação” de migrantes em centros de detenção nos EUA

0

O governo de Berlim aprovou uma medida para congelar as rendas por um prazo de cinco anos, a partir de 2020, em resposta aos protestos dos residentes da capital alemã, onde cerca de 85% da população arrenda casa. É a mais recente solução encontrada para controlar a especulação imobiliária num país onde têm sido implementadas várias medidas nesta área.

Em 2015, o governo central já tinha avançado com uma limitação às rendas em algumas das principais cidades da Alemanha, impedindo as rendas dos novos contratos de ultrapassarem em mais de 10% os valores dos contratos anteriores para as mesmas casas.