Sobrevivente do Camboja de Pol Pot

0

Foi em Abril de 1975 que o regime comunista do Camboja tomou conta do poder neste pequeno país asiático de tradição budista.

As cidades foram evacuadas e quase toda a população foi enviada de forma compulsiva e violenta para o campo, em condições de escravatura, obrigadas a trabalhos forçados, dando início a uma utopia agrária e sangrenta.

O genocídio cambojano, é como ficou conhecido o processo de assassinato em massa promovido pelo regime do Khmer Vermelho, liderado por Pol Pot, entre 1975 e 1979. Estima-se que, em quatro anos, foram executados cerca de 1,7 a 2 milhões de pessoas — cerca de 25% da população da época — entre membros do governo anterior (de Lon Nol), servidores públicos, militares, professores, vietnamitas, líderes cristãos e muçulmanos, pessoas da classe média e com boa formação escolar.

O resto deste conteúdo é reservado a Assinantes. Por favor faça . Ainda não é Assinante? Torne-se Assinante!