Perda maior

0

Impressões da Terra Brasilis

As horas avançam na madrugada. Dentro de minutos irei pra casa, lanterna à mão. Indiscreta, revela os ágeis e pequeninos jacarés de parede, as lagartixas, a ziguezaguear atrás de insetos e refúgio. Paralisadas pelo facho de luz, parecem presas fáceis. Nas horas vagas, permeado com outras obras mais digestivas, sigo a lutar com um livro do argentino José Ingenieros. Escreve de forma densa, com exaltado senso crítico, enchendo páginas e mais páginas com reflexões que parecem, quase todas, aforismos encadeados. A linguagem não flui, escoa como lava e a leitura parece avançar com a velocidade de crescimento de estalactites. Algumas de suas tiradas são notáveis e parecem descrever ora a mim mesmo, ora a outros tantos que conhecemos. O nome da obra denuncia a falta de melhores atributos: “O homem medíocre”.

O resto deste conteúdo é reservado a Assinantes. Por favor faça . Ainda não é Assinante? Torne-se Assinante!