Comissão Nacional Justiça e Paz denuncia «persistente tragédia» na sociedade portuguesa

0

A Comissão Nacional Justiça e Paz, da Igreja Católica em Portugal, alertou para a persistência do “flagelo” da violência doméstica, apelando a uma ação “consistente, articulada e perseverante” para a sua erradicação.

“Face à persistente tragédia e imenso sofrimento expresso nos números dos crimes de violência doméstica que continuamos a registar e das mortes conhecidas que daí resultam, é evidente que o quadro legal não foi suficiente”, assinala a nota do organismo católico.

PORECCLESIA