Responsável da Santa Sé alerta para consequências de «revolução individualista»

0

O presidente do Conselho Pontifício para a Nova Evangelização (Santa Sé) afirmou que a humanidade “não se sente em crise” porque “não pensa nas questões fundamentais da vida” e alertou para a “revolução individualista”, falando ao clero das dioceses do sul de Portugal.

“É preciso afrentar uma nova lógica do pensamento contemporâneo que já permeia as sociedades e as pessoas, modificando não pouco as categorias com as quais fomos convivendo durante vários séculos, e que de resto pareciam tão estabilizadas que não se previa a revolução que está em curso”, disse D. Rino Fisichella, em Albufeira.