Populismo cresce na Europa e cria medo contra migrantes

0

Os partidos populistas influenciaram a política europeia em 2018, ano no qual se assistiu a uma “abordagem oportunista” contra os migrantes no seio da União, nomeadamente em Itália, Hungria e Áustria, revela um relatório da Human Rights Watch.

Segundo o relatório daquela organização não-governamental focado no ano passado, “apesar de as chegadas de migrantes e de requerentes de asilo terem diminuído para níveis anteriores a 2015”, verificou-se na União Europeia uma “abordagem austera e frequentemente oportunista anti-imigração vinda de alguns governos […], incluindo os de Itália, Hungria e Áustria”.