Estuário do Douro tem mais partículas de plástico do que larvas de peixes

0

São poucos os estudos made in Portugal que se debruçam sobre o problema dos microplásticos, mas a partir das investigações mais recentes já é possível concluir que há motivos reais para preocupação: as aves aquáticas de todo o país estão a comer plástico que confudem com alimento, enquanto para cada larva de peixe no estuário do rio Douro há 1,5 microplásticos.

PORJORNAL I