Estamos mais intolerantes mas ainda há razões para “ter esperança”. A mensagem de Guterres para 2019

0

Num vídeo divulgado pela Organização das Nações Unidas (ONU), António Guterres deixou uma mensagem de Ano Novo, dirigida aos cidadãos de todo o mundo, marcada pelo alerta das ameaças que se mantêm.

Desejando um novo ano cheio de “felicidade, paz e prosperidade” para todos, o secretário-geral da ONU lembrou, apesar de tudo, que o mundo continua a atravessar um teste.

“As alterações climáticas estão a correr mais depressa do que nós. As divisões geopolíticas estão a aprofundar-se, tornando os conflitos mais difíceis de resolver. Há números recorde de pessoas a migrar, à procura de segurança e proteção”, lembrou, enumerando os múltiplos desafios que o mundo ainda enfrenta, frisando o crescimento da intolerância e a diminuição da confiança das pessoas.

António Guterres considera, no entanto, que há razões para “ter esperança”.