D. Nuno Almeida pede que ano de eleições sirva para varrer «lixo da corrupção»

0

D. Nuno Almeida, bispo auxiliar de Braga, disse hoje na catedral local que o ano eleitoral de 2019, em Portugal, é uma oportunidade para exercer uma “cidadania atenta, ativa e criativa”, criticando o “lixo da corrupção”.

“No ano que findou, saímos do lixo financeiro, mas tomámos consciência de que continuámos a ‘atolar-nos’ no lixo da corrupção. Também está nas nossas mãos e nas nossas decisões uma mudança séria e a sério. Que ninguém nos roube a nossa liberdade de escolha”, declarou, numa homilia enviada à Agência ECCLESIA.