Viagens Galp no Euro 2016. Ministério Público não acusa ex-secretários de Estado

0

Rocha Andrade, João Vasconcelos e Jorge Costa Oliveira, que se demitiram em 2017 por causa das idas ao Euro 2016 a convite da petrolífera, não vão a julgamento. Foram aplicadas multas entre os 600 e os 4500 euros.

Os três secretários de Estado que se demitiram por causa das idas a convite da Galp a jogos da Seleção nacional no europeu de futebol de França 2016 não vão a julgamento. Ao que o i apurou, o Ministério Público (MP) decidiu propor aos três ex-secretários de Estado e demais arguidos dos respetivos gabinetes a suspensão provisória do processo a troco do pagamento de uma multa.