Fiscalização de partidos e políticos vai passar por Joana Marques Vidal

0

Depois de ter cumprido um mandato de seis anos à frente da Procuradoria-Geral da República, onde se destacou pelo combate à corrupção, Joana Marques Vidal inicia esta terça-feira, dia 20, funções no gabinete do Ministério Público junto do Tribunal Constitucional (TC). É por ali que passam todos os processos de fiscalização dos financiamentos políticos – das contas anuais dos partidos às contas das campanhas eleitorais -, bem como das declarações de património e rendimentos dos políticos e altos cargos públicos e dos processos de incompatibilidades e impedimentos de titulares de cargos políticos. Além, naturalmente, dos processos de fiscalização da constitucionalidade.

PORPÚBLICO