Beato Vicente Grossi — 7 de Novembro

0

Por Olívia Rodrigues

Vicente nasceu em, Cremona, Itália, a 9 de Março de 1845, numa família católica, tão modesta quanto preocupada com a formação e educação dos sete filhos.

Este, o penúltimo, era ainda muito criança e já deixava antever acentuada tendência para a vida consagrada: sempre que podia, lá ia ele ajudar o pároco nos seus afazeres, incluindo a assistência aos mais necessitados.

Alegre, vivo, obrigatoriamente, bem-disposto e muito bom aluno; só depois dos estudos primários ingressou no seminário da sua diocese, tendo sido ordenado sacerdote a 22 de Maio de 1869, e enviado como reitor para algumas igrejas próximas.

A sua vida de pároco iniciou-se, em 1873, em Regona, tendo oportunidade de desenvolver um importante apostolado junto dos carenciados, não só de bens materiais, como da palavra de Deus.

Foi, por todos, muito bem recebido: a população carente, há algum tempo, ansiava pela chegada de alguém a quem pudesse confiar os seus problemas, sobretudo, as suas misérias e, imediatamente, viu nele a pessoa ideal.

O Padre Vicente Grossi gozava de natural vocação para com os mais pobres, os marginalizados, os doentes, os órfãos, os jovens abandonados e as prostitutas e, sentindo-se incapaz de, sozinho, apoiar tanta necessidade, reuniu um pequeno grupo de senhoras para o fazer, dando, posteriormente, origem à fundação do Instituto das Filhas do Oratório.

A obra era demasiado importante para ficar circunscrita a Regona; tornava-se imperativo divulga-la noutras regiões, como por exemplo em Vicobellignano para onde este sacerdote foi transferido e permaneceu até à partida para o Pai, a 7 de Novembro de 1917.

O êxito desta congregação ficou a dever-se às respostas sociais e imediatas que, perante qualquer caso que lhe fosse apresentado, respondia de forma pronta e eficaz mas, sobretudo, com humildade, tal como humilde foi o seu fundador.

A cerimónia de beatificação deste padre, exemplo de caridade, generosidade, modéstia e amor ao próximo, teve lugar em Roma, no dia 1 de Novembro de 1975, e foi presidida por Sua Santidade o Beato Paulo VI.