Poupar em Portugal é difícil. Deco pede alívio da carga fiscal

0

Para a associação Defesa do Consumidor, os consumidores não têm razões para celebrar o Dia Mundial da Poupança no próximo dia 31 de outubro. A Deco alerta que a taxa de poupança está em mínimos históricos, o rendimento dos depósitos praticamente a zero e a taxa de imposto sobre as típicas aplicações de aforro é das mais elevadas da zona euro.

Em Portugal, na maior parte dos produtos de aforro é retirado 28% do rendimento para imposto, independentemente do montante. É uma das taxas liberatórias mais elevadas do espaço europeu, que se agravou em oito pontos percentuais (de 20% para 28%) nos últimos oito anos.