Ferro Rodrigues alerta para regresso dos nacionalismos nos 100 anos do fim da Guerra Mundial

3

O presidente da Assembleia da República, Eduardo Ferro Rodrigues, lembrou, em Paris, os portugueses que morreram na primeira Guerra Mundial, quando passam 100 anos do fim do conflito, e alertou para o regresso dos nacionalismos exacerbados.

Ao homenagear os portugueses “que serviram a pátria e tombaram em combate”, Ferro Rodrigues disse que esta evocação deve também ser feita com sentido de futuro, considerando que este “exercício de memória é tanto mais importante quanto voltam a pairar nuvens negras sobre a Europa, carregadas do mesmo espírito perverso dos nacionalismos exacerbados que causaram a guerra”.