Dados “doentios”. 8.000 famílias separadas nos EUA

0

Os dados do novo relatório de Amnistia Internacional demonstram que a Administração Norte-Americana adotou práticas de imigração “catastróficas” a milhares de pessoas que procuravam segurança nos Estados Unidos.

A investigação revela que o número de famílias separadas vai além do número divulgado pelas autoridades norte-americanas. Inicialmente as autoridades apontaram para seis mil famílias separadas à força, mas a investigação diz que foram perto de oito mil famílias, das quais cerca de seis mil são casos registados nos últimos quatro meses de 2018.