FMI. Todos perdem com o Brexit e o Reino Unido é o mais afetado

0

Todos perdem com a saída do Reino Unido da União Europeia, mas uns perderão substancialmente mais que outros, com o Reino Unido na linha da frente, diz o Fundo Monetário Internacional (FMI) numa análise ao potencial impacto do Brexit na União Europeia. Na União a 27, o impacto no crescimento no longo prazo poderia variar entre os 0,2% e os 0,5% do PIB, mas a média esconde um impacto desigual: nos países com maior ligação ao Reino Unido, como a Irlanda, o impacto do Brexit pode chegar aos 4%.